domingo, 2 de agosto de 2009

Discos comprados 05

Novos lançamentos, novas vozes, novos compositores! É impressionante como a nossa MPB consegue se renovar, se multiplicar ou mesmo se reinventar. A coletânea de hoje, quinto volume da série Discos comprados, traz duas cantoras relativamente jovens, que também se propõem a compor suas canções, uma cantora já tarimbada, de imensa criatividade autoral, e um instrumentista que também soube se revelar autor.

PRA TUDO FICAR BEM - Zé Paulo Becker - Quem gosta de música instrumental brasileira ou quem costuma ler com atenção os encartes dos discos de MPB que compra certamente já ouviu falar em Zé Paulo Becker. O brilhante violonista já acompanhou diversos cantores da nossa música, emprestando aos discos desses artistas seu virtuosismo, sua criatividade e seu bom gosto na hora de criar solos ou arranjos. Só que Zé Paulo é também um ótimo compositor e isso fica claro neste seu disco mais recente. É claro que chamam a atenção as participações especiais de Ney Matogrosso, Zé Renato e Moyseis Marques. Mas Zé Paulo se sai muito bem como cantor ao entoar a linda "A visita oficial do samba". Ney, como sempre, está arrasador ao interpretar "Incinero", faixa de alto teor de latinidade. Zé Renato - também costumeiro brilhante intérprete - defende com elegância a praieira "Homem ao mar". E Moyseis Marques - ganhando cada vez mais destaque no mundo do samba e da MPB - também dá conta do recado ao interpretar "Roda baiana". Mas quem brilha de fato no disco são as seis cordas do genial violão de Zé Paulo Becker. É disco sofisticado, para ouvidos exigentes e refinados, mas com momentos bastante palatáveis.

FERIADO PESSOAL - Bruna Caram - Este já é o segundo disco de Bruna, mas parece que só agora o público e as lojas de CD estão reparando nela. O fato é que, como cantora, ela se sai muito bem, mas não consegue o mesmo nível de qualidade na hora de selecionar repertório. Não que as canções inéditas do seu disco sejam ruins. Não mesmo! Só que as faixas já gravadas por outros artistas soam superiores às suas próprias. E isso é mérido da intérprete, claro! "Cuide-se bem", de Guilherme Arantes, por exemplo, é delicadeza pura na voz de Bruna. E "Gatas extraordinárias", composta por Caetano Veloso e dominada por Cássia Eller, ganha novas cores na interpretação da menina. Daí fica difícil mesmo para os novos compositores mostrarem seu valor. Mas eles conseguem e, em algumas faixas, chegam mesmo a surpreender. Destaque para "Em paz", faixa que, além de ter melodia criativa e letra sutil, conta com um arranjo especialmente inspirado.

MINHA CARA - Mart'nália - Não é um lançamento de verdade, mas merece todo o destaque. É que se trata do primeiro disco de Mart'nália - que à época ainda precisava do epíteto "filha de Martinho da Vila" -, já fortemente marcado pela peculiar personalidade musical da artista. Misturando composições próprias com sambas tradicionais, Mart'nália fez um disco para mostrar a que estava vindo. E, como o tempo revelou, ela vinha para ficar. Se "Não me balança mais" não chega a ser totalmente criativa na melodia e na letra, o suingue que a cantora exibe nessa faixa é impressionante. "Contradição" já revela uma compositora mais refinada, que busca caminhos melódicos distintos dos trilhados pela maioria dos compositores sambistas iniciantes, por exemplo. E "Entretanto" já tinha pinta de canção eterna, dessas que ficam na memória de todos os que a escutam. Vale ainda mencionar os sambas tradicionais revividos por Mart'nália, alguns de seu pai ("Grande amor" e "Parei na sua") e outros de mais alguns grandes sambistas, como Candeia ("A flor e o samba"). Minha cara é um disco especial, que atesta a coerência e o talento da artista.

HEIN? - Ana Cañas - Depois de um disco de estreia prestigiado, há no mercado musical brasileiro o costume de se considerar o segundo disco de um artista a sua verdadeira prova de fogo. Se o seu segundo trabalho mantiver o nível do primeiro, ou se conseguir superá-lo, pode-se dizer que o artista tem grandes chances de se manter ativo e fazendo sucesso. Pois este é o segundo disco de Ana Cañas e ele é, de fato, melhor que o seu primeiro trabalho. Mas isso não foi difícil de se conseguir, já que seu primeiro disco, Amor e caos, era bem fraco e cansativo. Mas o assunto aqui é seu segundo disco, o roqueiro Hein?. E os destaques ficam por conta das parcerias que Ana estabeleceu com grandes nomes do pop-rock nacional, como Arnaldo Antunes e Liminha (produtor do disco). "Na multidão", por exemplo, abre disco com guitarras, já dando o tom do trabalho inteiro. Enquanto "Esconderijo" é faixa que soa agradável pela sonoridade mais suave. Não sou fã de Ana Cañas, mas é muito bom ver uma artista que tenta encontrar seu caminho, corrigindo os erros do passado e procurando dentro de sua própria verdade a trilha para o sucesso e o reconhecimento.

1. BEM-VINDO - Zé Paulo Becker
2. QUEM SABE ISSO QUE DIZER AMOR - Bruna Caram
3. NÃO ME BALANÇA MAIS - Mart'nália
4. NA MULTIDÃO - Ana Cañas
5. INCINERO - Zé Paulo Becker e Ney Matogrosso
6. GATAS EXTRAORDINÁRIAS - Bruna Caram
7. CONTRADIÇÃO - Mart'nália
8. COÇANDO - Ana Cañas
9. NA ESTRADA - Zé Paulo Becker
10. NASCER DE NOVO - Bruna Caram
11. CONTO DE AREIA - Mart'nália
12. ESCONDERIJO - Ana Cañas
13. HOMEM AO MAR - Zé Paulo Becker e Zé Renato
14. EM PAZ - Bruna Caram
15. A FLOR E O SAMBA / PAREI NA SUA - Mart'nália
16. CHUCK BERRY FIELDS FOREVER - Ana Cañas
17. RODA BAIANA - Zé Paulo Becker e Moyseis Marques
18. CUIDE-SE BEM - Bruna Caram
19. ENTRETANTO - Mart'nália
20. AQUÁRIO - Ana Cañas

Link para baixar a coletânea: http://www.4shared.com/file/122394366/afbd9965/Discos_comprados_05_-_mpbrunoblogblogspotcom.html.

6 comentários:

Robson Saldanha disse...

Bruno,

Queria te fazer uma sugestão de cantora. Existe uma cantora aqui em Natal chamada Khrystal. Ela canta um estilo interessante e inovador de côco. Queria que você desse uma olhada no trabalho dela. Se for na barra de procura do 4shared, e só digitar Khrystal ou então "Coisa de Preto". Esse é o último CD dela, caso goste, passe a colocá-la em suas coletâneas, se possível, é claro. Ah! Ela vai participar do Som Brasil de Alceu Valença em agosto no Rede Globo.

Abraço!

Bruno disse...

Oi Robson! Da outra vez que você enviou essa sugestão eu já tinha baixado o material. Já ouvi e realmente é bastante inovador. Quando der, vou procurar incluir alguma coisa da Khrystal em alguma coletânea! Valeu pela dica! Visite sempre!
Abraço

Robson Saldanha disse...

Pensei que não tivesse visto por não ter respondido. Mas achei que você seria um meio interessante de ajudar a divulgar o trabalho dela. Faço isso como fã e não como empresário nem nada do tipo. Fico feliz que tenha gostado. Você tem last.fm?

Anônimo disse...

Adoro quando aparece uma cantora que eu ainda não conheço, e seu blog é ótimo pra isso!!!obrigado!
Mauro Dias

Anônimo disse...

Q orgulho!!! Amooooo os comentários!!! Bjos. Bá

agenor disse...

Bruno,em primeiro lugar;parabéns!!
Pela iniciativa das coletâneas.Adoro canções que fogem à regra.Novas versões,coisas inesperadas...Enfim...E parabéns também pelo português.Não sou nenhum Pasquale nem pretendo,mas fico maravilhado quando me deparo (na net) com pessoas que prezam pela boa escrita.Ainda chego lá!..(risos)
Gostaria de pedir,se puder,é claro,que inclua Sáloa Farah em alguma das suas coletâneas.Provavelmente a conheça,mas se não,fica a dica.
Beijão e,por favor,continue com esse blog que,pra mim,já é um vício!